ASTROLOGIA 


Nasceu há mais de 3000 anos, provavelmente na Babilônia. A fundamentação da Astrologia teria sua origem a partir da premissa: “Tudo que acontece em cima (no céu), se reflete em baixo (na terra)”.
Ao longo da História, sempre existiram pessoas que se dedicaram ao estudo da Astrologia. Muitos sábios integravam a Astrologia ao restante das outras Ciências que dominavam, como matemática, geometria, medicina e filosofia.
Na Mesopotâmia, o Sol e Lua eram observados e percebeu-se que esses astros poderiam indicar mudanças de situações, ou fenômenos naturais. Esse saber era importante para o período de plantio, colheita, ciclos de procriação etc.
No Egito já havia a determinação dos signos cardeais: Áries, Câncer, Libra, Capricórnio. Além da divisão do signo em três decanatos. O calendário egípcio já se assemelhava ao atual: com 12 meses.
Já na Grécia que a Astrologia teve um grande avanço: aliaram a Mitologia ao estudo astrológico, determinaram o grau do signo ascendente (ao qual se chamou de Horóscopo – “observo aquele que surge”) e introduziram o uso da geometria na Astrologia.
Aristóteles: falou dos quatro elementos: fogo, terra, ar e água, associado ao comportamento das pessoas.
Hiparco: descobriu a precessão dos equinócios, o que origina as eras.
Ptolomeu (astrônomo e astrólogo nascido em Alexandria): foi um dos maiores intelectuais de sua época. Através de seu Tetrabiblos, Ptolomeu estabeleceu os princípios da influência cósmica que constituem as bases da moderna Astrologia. Sob influência grega e de Ptolomeu, os planetas, casas, os signos do zodíaco foram racionalizados e tiveram suas funções determinadas, de uma maneira que chegou até nós.
Em Roma a astrologia atinge grande popularidade.
Na Idade Média, a Astrologia começa a ser estudada em universidades. Os cientistas da época eram astrólogos, além de matemáticos, físicos e astrônomos.
Esses cientistas astrólogos eram requisitados posteriormente nas monarquias, prevendo morte de reis, aconselhando, influenciando na política e possibilitando as descobertas.
Astrônomos como Copérnico e Galileu foram perseguidos pela Inquisição devido à teoria do heliocentrismo.
Para a Igreja Católica, a Astrologia era questão polêmica. Por vezes condenada – através de seus Concílios, por outras, apoiada – com a aceitação de alguns Papas, que adotavam práticas astrológicas e, de certa forma, não poderiam negá-la. A Igreja sentia-se também ameaçada pela filosofia racionalista de pensadores que eram também astrólogos. Até o século XVII, não havia distinção entre a Astronomia e Astrologia.
No século XIX, o Positivismo foi muito prejudicial à Astrologia, já que ela trazia do passado uma tradição não revisada e passou a ser confundida com magia, se contrapondo às teorias racionalistas que a deixavam sem base científica para a cultura da época. A Astrologia ficou desacreditada e como não era vista com bons olhos, sua prática foi entrando em declínio, por isso ela ficou esquecida durante muitos anos.
Dentro da realidade do pensamento positivista, nos deparamos com a Psicanálise. Já que Positivismo era uma escola filosófica com caráter social, a Psicanálise adotou as doutrinas positivistas e as colocou no campo da introspecção e clínica, originando as novas escolas.
Apesar disso, os ingleses tentavam cultivar o estudo astrológico, em meio ao mundo moderno. Em 1891 com a Sociedade Teosófica, teve início a reintegração da consciência ocidental com o pensamento religioso, e a Astrologia (que encontrava uma aliada com as teorias da psicanálise) começou a ser vista como uma linguagem essencial nesse processo de renovação.
Allan Leo (1917), considerado como o Pai da Astrologia Moderna, divulgou esse renascimento, através de seus trinta livros de Astrologia, destacando-se pela maneira de enfocar a psicologia do nativo através do Mapa Natal.
No mundo ocidental, a Astrologia (associada à Psicologia) volta a despertar o maior interesse, agora sendo revista sob o ângulo da ciência moderna.



Saber milenar que estuda a relação entre a posição dos astros no céu e a vida na Terra. A astrologia é antes de qualquer coisa, um instrumento de compreensão do homem no seu tempo e espaço de vida. Por milênios, o homem vem atribuindo, compreendendo significados através dos ciclos planetários. A astrologia é um trabalho de auto-conhecimento, uma filosofia de vida, antes de ser um processo divinatório. É um meio de alcançar serenidade em meio ao caos da existência quotidiana, através do estudo dos potenciais de cada um.
O planejamento (prognóstico) que ela pode oferecer, por exemplo, baseia-se na otimização do uso dos talentos e capacidades latentes do ser humano, não em fatores externos à própria psique.

Correlação céu – Terra.
Associação de fatos do cotidiano com o movimento dos astros;
Revela potenciais, tendências, detecta traços da personalidade;
Não é determinante, oferece livre-arbítrio;
Lente pela qual enxergamos a alma humana com suas complexidades;
Linguagem resultante da relação entre os fenômenos celestes e sua repercussão na vida terrestre.

Horóscopo: “mostrador de horas”. Leva em consideração a hora do nascimento. Também chamado de Mapa Natal ou Carta Natal. O levantamento do Horóscopo (dados) é um processo astronômico e a descrição e interpretação é um processo astrológico.
Na Idade Média até 1666 (séc. XVII) não havia divisão entre astrologia e astronomia.

Astronomus: astro + lei;
Astrologia: astro + palavra/razão;

A Astrologia não “explica” tudo. É preciso buscar na religião, na filosofia e na psicologia explicações últimas. A Astrologia é uma grande iluminadora. O Astrólogo é, na verdade, um grande conselheiro.


A PROPOSTA DA ASTROLOGIA


Praticada há milênios, a astrologia possivelmente teve origem na antiga Caldéia. Com seus assombrosos conhecimentos astronômicos, os caldeus conheciam os planetas até Saturno. Conheciam muito bem as fases da Lua, prevendo com precisão os eclipses. Foram eles que, traçando os limites na eclíptica, dividiram-na em doze porções, que se tornaram os doze signos do zodíaco. Os caldeus perceberam que determinadas épocas ou signos se relacionavam a certos traços de caráter, e com isso criaram toda a base da simbologia que hoje é a astrologia.
No início, a astrologia era bastante utilizada para prever catástrofes, períodos de bonança, dificuldades, épocas para se realizar grandes eventos e coroações. Aos poucos, os astrólogos começaram a traçar os mapas de seus reis - tendo alguns, inclusive, previsto mortes, fracassos e consagrações. Com o tempo, a astrologia passou a ser aplicada a pessoas comuns, a fim de se estudar a sua personalidade, história e potenciais. Nesse início de milênio o interesse pela astrologia se amplia, mas grandes também são as dúvidas e os mitos - a maioria falsos - que a envolvem.
Pode-se definir astrologia como um sistema simbólico que observa a relação entre o macrocosmo (os planetas) e o microcosmo (o indivíduo na Terra). Quando um indivíduo nasce, o céu reflete determinadas características que são únicas naquele momento. Essas características irão compor a base da personalidade do indivíduo. Essa será a sua carta astrológica, repleta de potencialidades. Existe um forte engano de que a astrologia é um sistema de adivinhação ou de sorte, e que ela revelaria um destino completamente traçado. Nada mais falso do que isto. A astrologia sempre deixa um grande espaço em aberto para o indivíduo. Na verdade, ela aponta tendências, mas cabe ao indivíduo direcioná-las.
De fato, uma pessoa é seu mapa astral, mas ela também tem livre arbítrio para utilizar todas as características indicadas por ele. Somente pelo mapa de alguém você não pode saber se a pessoa será famosa, rica, triste ou alegre. Isso são coisas que vão depender dela, e não do mapa que ela tem. Mas você pode encontrar tendências, talentos e possibilidades. É de todo esse potencial que o astrólogo se ocupa.
E ele se depara com minúsculas características de caráter, assim como de grandes tendências. Ele lê o mapa astral da pessoa em todos os seus detalhes, mas, no final, sua grande tarefa é sintetizar o todo e trazer algum tipo de compreensão para aquela pessoa, ajudá-la de alguma forma. Para tanto, é importante que ele exerça a sua profissão com isenção, despindo-se de preconceitos e tentando ver a realidade daquela pessoa - e todos os seus infinitos potenciais - com toda a pureza e com o firme propósito de revelar àquela pessoa algo valioso sobre ela mesma. 

OS DOZE TRABALHOS

"ALEGORIA" por Martin Schullmann

"ALEGORIA" por Martin Schullmann
 A "alegoria" reproduzida a seguir é de autoria do astrólogo inglês Martin Schullmann e consta no seu livro "Astrologia Kármica" . Na sua singeleza, ele reproduz os aforismos essenciais da criação.       Silenciosamente, ÁRIES retornou a seu lugar.   E TOURO voltou a seu lugar.   E GÊMEOS voltou a seu lugar.     E CÂNCER voltou a seu lugar.       E LEÃO voltou a seu lugar.   E VIRGEM voltou a seu lugar.   E LIBRA voltou a seu lugar.   E ESCORPIÃO voltou ao seu lugar.   E SAGITÁRIO voltou a seu lugar.   E CAPRICÓRNIO voltou ao seu lugar.   E AQUÁRIO voltou ao seu lugar.   E PEIXES voltou ao seu lugar. Martin Schullmann, do livro "Astrologia Kármica" de 1977.    http://panoramaastrologico.blogspot.com/

—————


LUA

FASES DA LUA

FASES DA LUA
Acabamos de ter uma Lua Nova neste sábado, marcando o início do mês de Nissan no Calendário Judaico. Na próxima Lua Cheia, comemora-se Pessach, a libertação dops hebreus de 400 anos de escravidão no Egito. Existe um sentido histórico e energético nisso tudo. É dito que Moisés conseguiu convencer os hebreus a sair do Egito 7 meses antes, depois de muito esforço. Quando todo mundo se empolgou com a idéia, Deus ordenou que eles aguardassem até Nissan. Mesmo correndo o risco de se perder o que se conquistou com ardor, a mensagem por trás do ensinamento é que existe um tempo certo para tudo e é preciso respeitar os fluxos da natureza. Entre os povos antigos, o Sol e a Lua eram adorados como deuses, já que eram fontes supremas da energia que fluía para a terra. O período da Lua Nova era sagrado, pois o Deus Sol e a Deusa Lua eram um só. Envolvida pela luz do Sol, a Lua ficava...

—————


 


ASTROLOGIA DRUÍDICA

Horóscopo Druídico

Horóscopo Druídico
  Também conhecido como "O Horóscopo das Árvores", este ramo da Astrologia remonta ao tempo dos Druidas, os sacerdotes que viveram nas regiões da Gália e da Irlanda durante a Idade Média. Além das funções sacerdotais, que iam desde a consagração de oferendas aos deuses da natureza até a...

—————


ASTROLOGIA EGÍPCIA

Horóscopo Egípcio

Horóscopo Egípcio
A Magia da Civilização Egípcia é especial e única no mundo. Seus conhecimentos sobre o mundo dos mortos e dos mistérios dos céus, tornaram os egípcios os verdadeiros precursores da Era de Aquarius. Afinal, o nascimento do Egito ocorreu num signo de AR, assim como a Era na qual estamos entrando...

—————


Contatos

Portal Luz da Nova Era

Rio de Janeiro


 


 


SIGNOS

ÁRIES

    Áries é regido por Marte, o planeta da energia dinâmica, e também é o signo de exaltação do Sol, o grande doador de vida. Esta grande força vital, esta energia, está presente em você; a tal ponto que para eles se torna muito...

—————

TOURO

    Touro é regido por Vênus, o planeta do amor, e isto se faz sentir na disposição bondosa e amistosa dos taurinos. No entanto, uma vez que um taurino tenha concebido uma idéia, se apega a ela com tal tenacidade que é muito difícil...

—————

GÊMEOS

  Os geminianos são muito espertos e possuem a habilidade de expressar suas idéias claramente, o que lhes possibilita conquistar bons companheiros, além de torná-los queridos entre aqueles com quem convivam. As conversas nunca são enfadonhas...

—————

CÂNCER

    Este signo é um dos mais frágeis do Zodíaco no que concerne à vitalidade e, quando está sobre o ângulo oriental - ascendente - do horóscopo de uma pessoa, sempre lhe confere um corpo bem mais fragilizado. Em se tratando daqueles...

—————

LEÃO

    Este signo é regido pelo doador de vida, o Sol, sendo considerado o signo real do Zodíaco; portanto infunde nos recém- nascidos sob sua influência uma natureza muito nobre e ambiciosa. Possuem índole majestosa servindo muito bem para...

—————

VIRGEM

    Virgem, o sexto signo do Zodíaco, é regido por Mercúrio, o planeta da razão, da expressão e destreza. Diz-se, com considerável razão, que o amor é cego porque se alguém visse defeitos no ser amado a paixão dominadora nunca...

—————

LIBRA

  Este é o sétimo signo do Zodíaco e as pessoas nascidas sob ele estão regidas pelo planeta do amor: Vênus. Os librianos são muito ardorosos em qualquer coisa que façam. Se escolhem uma vocação ou advogam por algo, o fazem com tal...

—————

ESCORPIÃO

    É regido por Marte, o planeta da energia dinâmica e, portanto, aqueles nascidos quando o Sol está passando por este signo estão plenos de uma força que se manifestará de algum modo. Trazem em si todas as qualidades marcianas, tanto...

—————

SAGITÁRIO

    Sagitário está regido por Júpiter, o grande benéfico, e por isso podemos afirmar que os nascidos neste signo, como você, são bem vistos na sociedade em que se encontram. São de uma disposição jovial e bondosa, modelos de homens,...

—————

CAPRICÓRNIO

  Capricórnio é regido por Saturno, o planeta da obstrução. Portanto a vitalidade dos nativos deste signo é baixa, o que lhes torna a sobrevivência difícil. Mas, uma vez que o capricorniano tenha superado a infância, a persistência saturnina...

—————

AQUÁRIO

    O nativo de Aquário geralmente possui natureza retraída e reservada compondo aquele tipo de pessoa que prefere seguir sozinho seus próprios caminhos. Esta tendência pode se manifestar além do ponto considerado conveniente pois, se...

—————

PEIXES

  Os nativos de Peixes geralmente possuem uma disposição negativa muito marcante sendo muito sensíveis à atmosfera mental do ambiente onde estejam. Por este motivo é importante que os pais de crianças piscianas lhes guardem das más...

—————


ASTROLOGIA - ARTIGOS

Mensagem Astrológica Universal de Leonardo da Vinci

    A "Última Ceia" de Leonardo da Vinci Você sabia que os doze apóstolos correspondem aos doze signos do zodíaco? Leonardo, nasceu na cidade de Vinci, na Itália (perto de Florença) em 14 de abril de 1452. Sua formação literária e científica é menos conhecida do que seu talento...

—————

O ANO NOVO ASTROLOGICO

  O Ano Novo Astrológico começou agora dia 20 de Março É um momento cósmico importante onde devemos nos conectar ao Universo e pedir. Pedir por nós, pelos familiares, por quem amamos, por quem não nos ama, por nossos irmãos, governantes, pelo Tibet. E quanto mais compartilhamos, mas...

—————


 


RAIO DOS SIGNOS

Agora teremos os doze raios de luz e cor que representam e regem cada signo zodiacal:

  Ø 1º RAIO: CARACTERÍSTICAS: As pessoas desse Raio são líderes natos, criativos, corajosos, vibrantes, e ocupam, muitas vezes, cargos de chefias. Os que pertencem a este Raio são facilmente identificados. Precisam aprender a controlar sua vontade e seus impulsos extremistas. São uns...

—————