HOMEOPATIA

A Homeopatia é um método de tratamento criado pelo médico alemão Samuel Hahnemann, em 1796, que se fundamenta na Lei dos Semelhantes, citada pelo Pai da Medicina Hipócrates no ano 450 a.C. Segundo esta lei, os semelhantes se curam pelos semelhantes, isto é, para tratar um indivíduo que está doente é necessário aplicar um medicamento que apresente (quando experimentado no homem sadio) os mesmos sintomas que o doente apresenta.

Exemplificando: Se uma pessoa sã ingerir doses tóxicas de certa substância, irá apresentar sintomas como dores gástricas, vômitos e diarréia; se, por outro lado, for administrada essa mesma substância, preparada homeopaticamente, ao enfermo que apresenta dores gástricas, vômitos e diarréia, com características semelhantes àquelas causadas pela substância em questão, obtêm-se, como resultado, a cura desses sintomas.

Os medicamentos homeopáticos são preparados a partir de substâncias extraídas da natureza, provenientes dos reinos mineral, vegetal ou animal.

Para que a substância da natureza seja usada como medicamento homeopático, é necessário prévio conhecimento de sua potencialidade curativa, através da experimentação no homem são. Tais substâncias podem ser tanto tóxicas quanto inertes, desde que, quando experimentadas, ofereçam a melhor similitude aos sintomas da doença a ser tratada.

As preparações básicas dessas substâncias recebem o nome de tinturas-mãe e a partir delas são iniciados os processos das diluições sucessivas.

No início de suas experiências, Hahnemann começou diluindo os medicamentos e verificou que, quanto mais diluía, minimizavam-se as reações indesejáveis. Percebeu também que ao fazer diluições sucessivas das substâncias e agitá-las diversas vezes, obtinha sempre melhores resultados, foi assim que ele chegou às doses mínimas. Desta maneira, a toxicidade das substâncias é atenuada e o potencial curativo é aumentado.

Ao processo de diluição seguido de agitação, damos o nome de dinamização (dynamis- vem do grego e significa força). Através da dinamização, se consegue despertar na substância a capacidade de agir sobre a força vital do organismo vivo.

Cuidados com os medicamentos homeopáticos:

 

  • Sempre mantê-los nos frascos originais e bem fechados;
  • Mantenha os medicamentos fora do alcance das crianças;
  • Levar o medicamento diretamente à boca sem contato com as mãos no momento de tomá-lo. Evitar também que o conta-gotas ou tampa do frasco toquem à boca para que não ocorra contaminação e feche imediatamente o frasco;
  • Os medicamentos devem ficar longe de aparelhos eletrodomésticos ou que emitam radiação (rádio, televisão, forno de microondas, geladeiras, computadores, telefones celulares, etc.);
  • Ambientes úmidos ou expostos à luz solar direta, como também os locais que possuam odores fortes de perfumes, sabonetes, produtos de limpeza, condimentos e outros medicamentos (principalmente canforados) alteram o medicamento. Daí evitar guardá-los em bolsas com perfumes, celulares ou cigarros;
  • Nas viagens de carro, procurar guardá-los em sacolas térmicas, caixas de madeira ou isopor, pois o sol e o calor forte do porta-luvas podem danificá-lo;
  • Quando viajar de avião, evitar a exposição dos medicamentos aos raios X e arco magnético. Levá-los como bagagem de mão (desde que você não passe pelo raio X com eles), explicando aos funcionários do aeroporto que são medicamentos sensíveis às radiações;
  • Não reutilize o frasco de um para outro medicamento;
  • Não utilize o mesmo conta-gotas para medicamentos diferentes;
  • Nunca repita a dose sem antes consultar seu médico;
  • Não recomende o seu medicamento homeopático para outra pessoa;
  • Em geral os medicamentos são tomados pelo menos meia hora antes ou depois de uma refeição ou bebida (exceto álcool). Adote o mesmo intervalo em relação à escovação dos dentes;
  • Não se automedique.

(http://www.drseleghinimedicohomeopata.com.br)

Como são apresentados os medicamento:

 

  • Forma líquida:

    Gotas – vem preparado em solução hidroalcoólica, que pode ou não ser diluída em água, na hora de tomar.

    Dose única – são preparadas em água destilada ou solução hidroalcoólica, para ser tomada diretamente do frasco ou conforme determinação médica.

     

  • Forma sólida:

    Glóbulos – são de sacarose, que é o açúcar extraído da cana-de-açucar. Seu tamanho depende da padronização da farmácia. Devem ser chupados como balas.

    Tabletes e comprimidos – são preparados com lactose, o açúcar do leite. Variam de tamanho, de acordo com a padronização das farmácias. Os tabletes são facilmente dissolvidos na boca, enquanto os comprimidos levam mais tempo.

    Pós (papéis) – são preparados em lactose e acondicionados em papelotes. Basta colocar o conteúdo do papelote diretamente na boca, ou dissolver em um pouco de água.

(Manual do consumidor de Homeopatia, Formas farmacêuticas)

As informações contidas neste site não substituem o acompanhamento do profissional especializado. Consulte sempre seu médico!

Saiba mais clicando http://homeopatia.bvs.br/html/pt/home.html


Contatos

Portal Luz da Nova Era

Rio de Janeiro


 


ARTIGOS SOBRE HOMEOPATIA

Tratamento homeopático é uma alternativa no combate à dengue

  Mato Grosso do Sul, Quarta-Feira, 03 de Fevereiro de 2010 - 07:59   Os tratamentos alopáticos e fitoterápicos – convencionais - continuam sendo os mais procurados Desde o início do ano, o estado do Mato Grosso do Sul tem tido um alto índice de casos de dengue. Dados da Secretaria de Saúde do Estado apontam, apenas no mês de janeiro...

—————

Universidade de Pernambuco irá oferecer especialização em homeopatia

  A Universidade de Pernambuco (UPE), através da sua Faculdade de Ciências Médicas (FCM), e a Associação Homeopática de Pernambuco irão oferecer, a partir do próximo mês, o primeiro curso de especialização em homeopatia. Especialidade médica reconhecida há quase 30 anos pelo Conselho Federal de Medicina, a pós-graduação é pioneira no...

—————

Será que homeopatia realmente funciona?

http://maisvoce.globo.com/

—————

Emprego da Homeopatia Hahnemanniana no Tratamento e na Prevenção das Epidemias

Homeopathy: a preventive approach to medicine ? Artigo na Revista IJHDR, vol.8, n.29, 2009     http://sites.mpc.com.br/bvshomeopatia/destaques/zulian22_HomeopatiaTratamentoPrevencaoEpidemias.htm   Prezados Amigos,   Acaba de ser publicada, no periódico International Journal of High Dilutions Research (IJHDR), um artigo sobre...

—————