O QUE SÃO...

24-02-2010 22:39

 

Akásha é uma palavra com origem no Sânscrito, que que dizer "Substância primordial", onde estão armazenadas todas as memórias e lembranças de todas as nossas vidas.
Estes são encontrados na zona intermediária entre os mundos astral e mental, parcialmente astral e parcialmente mental, e, de certa forma, interpenetrando todos os níveis. Eles são um registro de todo pensamento e evento que já ocorreu, como um enorme, infinito livro ilustrado de história mental. Os registros Akáshicos também contém probabilidades que brotam e que são criadas por acontecimentos, ações e pensamentos passados. Isso é como olhar para dentro do futuro. Para você mesmo fazer qualquer tipo de sentido dos registros Akáshicos, ter alguma habilidade com a clarividência é definitivamente de muita ajuda. Se você mesmo sintonizar-se com os registros Akáshicos, você geralmente vê aqueles eventos com a maior quantidade de energia circundando-os. Guerras e desastres são os mais fáceis para ver por causa disso. A energia que os envolve, fazem-nos sobressair sobre o restante, fazendo com que sejam mais fáceis de se ver. Se você olhar para dentro do futuro, as áreas de probabilidades, você entra dentro de um confuso redemoinho de simbolismos misturado com acontecimentos atuais.
 
 Este simbolismo do futuro é causado pelos sistemas de crenças das principais religiões. Milhões de pessoas no mundo têm acreditado em alguma forma de profecia durante milhares de anos. Seja no "Livro das Revelações" da Bíblia ou nas profecias de Nostradamus. Essas profecias antigas estão todas profusamente imersas no simbolismo. Esse simbolismo afeta a maneira pela qual as pessoas pensam e sonham sobre o futuro. Esse simbolismo, por sua vez, manifesta-se nos registros Akáshicos como representações simbólicas de eventos futuros. O simbolismo é uma grande ajuda, faz com que as consultas aos registros Akáshicos tornem-se mais fáceis. Você pode utilizar o simbolismo Akáshico com um índice. Por exemplo, a referência abaixo para "Os Cães de Guerra" é facilmente compreendida como representando a guerra. O "Horrendo Ceifeiro" é um símbolo universal da morte e destruição. Portanto, se você está interessado nesse tipo de acontecimento futuro, você sintoniza dentro desse índice simbólico para a GUERRA, e depois navega através da categoria de guerras passadas e futuras. Além de ter alguma capacidade de clarividência, um conhecimento sobre história, geografia, simbolismo religioso, líderes mundiais de assuntos atuais e chefes de estado é uma grande ajuda; quando indexar acontecimentos presentes e futuros. Por exemplo, na visão de futuro que dou abaixo. Se eu soubesse QUEM ERA a conhecida pessoa que eu ví discursando para uma multidão, e tivesse reconhecido o país; eu poderia ter feito uma previsão precisa sobre os acontecimentos futuros, ao invés de ser um esperto, DEPOIS do evento. Eu entrei no estado de consciência chamado de registros Akáshicos. Lá estava eu imerso num amontoado de simbolismos. Eu estava vendo nas quatro dimensões ao mesmo tempo. Minha mente consciente não assimilou isso muito bem. Eu ví guerras, fomes, pragas, desastres, terremotos, vulcões em erupção, aviões se espatifando, assassinatos, etc., era terrivelmente confuso e depressivo. Eu ví uma parte do simbolismo, o qual reconhecí e sintonizei-me com ele, indexei-o. O Ceifeiro Horrendo segurando os Cães de Guerra (conforme descrito por vários profetas). Esses cães eram bestas amedrontadoras com olhos vermelhos e mandíbulas cheias de baba. Eles estavam sendo segurados por essa figura encapuçada, com um crânio maligno no lugar do rosto, carregando uma foice. Ele soltou esses cães enquanto eu observava, simbolizando uma guerra que estava por vir.
 
 Sintonizado dentro dessa cena, eu lá estava flutuando sobre tudo, podia sentir a luz do sol e o cheiro da cidade abaixo. Eu ví um homem de pé sobre um palanque armado, debaixo de duas espadas cimitarras gigantescas. Ele estava fazendo um discurso carismático para muitos milhares de pessoas. Uma das espadas transformou-se numa larga espada de um cristão das Cruzadas. O homem era Saddam Hussein, a cena era em Bagdá, no monumento ao soldado desconhecido. Ví essa cena seis meses antes do início da Guerra do Golfo. Eu não compreendí QUEM ERA Saddam Hussein, ou ONDE essa cena se passou, até que ela foi televisionada durante a guerra do golfo. Olhando através dos registros Akáshicos é como folhear através de um album mental infinito de fotografias. Você é bombardeado por uma gama amedrontadora de visões e sons do passado, e futuros presentes e prováveis. Você precisa selecionar um desses registros de pensamentos, sintonizar dentro dele e entrar nele. Você então viverá através desse registro como se estivesse realmente lá, observando enquanto ele acontece. Consultando os registros Akáshicos pode ser feito sozinho, se você tem a habilidade, mas geralmente isso é feito com a assistência de um ser avançado de um nível superior de existência. É como uma espécie de turismo telepáticamente guiado. A enorme quantidade de informações e de refugos é filtrada para você, e o registro selecionado, de acontecimentos passados ou de probabilidades futuras, lhe é apresentado pela clarividência, através de uma conexão telepática com o ... bibliotecário. Algumas pessoas declaram que já entraram nos registros Akáshicos e que lá encontraram algo parecido com uma biblioteca, com livros verdadeiros. O passado, presente e futuro estavam registrados como textos nesses livros. Algumas pessoas até dizem que já leram um registro, depois entraram nele, e experienciaram o registro em primeira mão. Todas essas declarações são consistentes com os Registros Akáshicos. Essas são viagens guiadas e assistidas pelo bibliotecário, onde os Registros Akáshicos foram apresentados como algo familiar, fáceis de entender e fáceis de aceitar.
 
 
Fonte : internet

—————

Voltar