A MÚSICA E A SINTONIA COM AS PLÊIADES

 

 

 É pela harmonia dos sons que os pleidianos podem conectar-se conosco por meio do chacra cardíaco Somos representantes da Terceira Estrela das Plêiades. Estamos neste local, neste dia do seu tempo-espaço, a convite da Confederação Intergaláctica e em nome de seis companheiros que brevemente deverão estar a serviço em seu planeta.
É muito interessante para todos nós a possibilidade de servir nesse imenso laboratório que é o seu planeta Terra. Todas as civilizações confederadas, de uma forma ou outra, ostensiva ou não ostensiva, se encontram aqui em diversas missões de ajuda. Nossas diferenças ambientais e físicas são tão grandes como as diferenças entre os diversos reinos de vocês. Como se eu fosse do reino animal, você do reino mineral, e ele do reino vegetal... As leis para cada um, para sua sobrevivência e existência, são muito diversas. Por isso, precisamos de padronizações medianas e obediência a certas regras e hierarquias que a Confederação nos impõe para que possamos nos manifestar de forma coerente entre todos nós. Assim, estaremos trazendo-lhes muitas informações a respeito de nossa civilização. Como sabem, os pleidianos realmente se interessam e se comovem com o mundo das Artes e da Intelectualidade.
Somos um povo pacifista e não possuímos qualquer indício de algo similar a uma força armada porque já não necessitamos do uso da força para nos impor. A própria beleza, graça, suavidade e inteligência faz com que seja muito fácil para nós o contato com outras civilizações avançadas. Porém, como tudo ainda nesse universo, existe a dualidade e existem também aqueles que não estão sintonizados neste tipo de harmonia. Muito difícil é o contato com povos belicosos. Para vocês, seria algo comparado à sensação de estar em contato com um pequeno animal denominado cachorro quando enlouquecido. Nada do que você fale ou tente fazer para agradá-lo ou amansá-lo será levado em consideração.
Advertimos vocês de que existem ainda seres de civilizações em desequilíbrio que tentam penetrar em seu planeta. Para que não os atraiam, é preciso manter a harmonia, tanto interna quanto externa, nos pensamentos, sentimentos, atos e palavras. Um bom antídoto para essa energia negativa poderá ser a música, boa música colocada em altura certa. Em oportunidades adequadas, podem com isso modificar totalmente um ambiente e todas as formas pensamentos ligadas entre si que diferenciam um grupo de seres de outro. Uma oportunidade ímpar se apresenta quando vocês se reúnem para ouvir música feita por profissionais que amam e entendem as vibrações.
Para nós é sempre um grande deleite ouvir a boa música. Saibam vocês que uma boa música é um agrado para o sentido do ouvir. Em todas as civilizações de vibração mediana a superior, existe uma identidade de harmonia nos diversos sons do universo. Não há como uma música dissonante ou cacofônica seja considerada agradável em outras civilizações. O que é agradável, pacificador, doce e suave em seu planeta, também assim o é em planetas superiores. Planetas inferiores, muitas vezes, sequer conhecem os primeiros acordes musicais.
 Os sons nascem não do ouvido, mas do coração, e é aqui, em seus corações, que nós Pleidianos nos colocamos para contato. Todos nós vibramos em uníssono através do chacra cardíaco. Essa é a forma dos Pleidianos se comunicarem. Estamos sempre alegres e tranqüilos, aguardando o que o universo nos oferece, porque ele é sempre muito generoso com aqueles que vibram no compasso divino.
Vocês podem me identificar como Pitano das Plêiades.