2012: ESTAMOS NOS DIRIGINDO PARA UMA MUDANÇA DIMENSIONAL?

 

Por Angela Clarke
 
Tem havido manifestações por décadas sobre uma iminente mudança dimensional, contanto que a humanidade possa elevar suficientemente as suas "vibrações". Mas o que isto realmente significa? Uma perspectiva é que estamos atualmente vivendo na 3ª dimensão (ou vibração), e nos dirigindo para a 4ª. A 3ª é caracterizada por massa, peso, volume e as lições do 3º centro de energia/chacra do corpo, representando a auto-estima, o respeito próprio, a generosidade e a ética. A 4ª dimensão/vibração representa o 4º Chacra, ou Chacra Cardíaco, que envolve lições de aprendizagem do amor e do perdão. Como este trabalho de teoria "vibracional" funciona? A Física Quântica tem respostas possíveis a esta questão, notavelmente a "Teoria de Campo das Cordas", apoiada por muitos cientistas. Um famoso físico é o Dr. Michio Kaku, em cujos livros sobre a Teoria das Cordas, ele sugere que o universo começou um pouco como a corda de uma guitarra que foi tangida, criando uma série de bolhas de sabão que se expandiram, ou dimensões, todas vibrando em níveis diferentes. Em outras palavras, as partículas subatômicas que formam os átomos, acredita-se que sejam formados de super cordas que vibram, e as notas que elas emanam, então se transferem para a matéria. "O universo é uma Sinfonia", diz o Dr. Kaku. "A mente de Deus é música cósmica que ressoa através do hiper-espaço em 11 dimensões". O interessante é que o Dr. Kaku sente que a humanidade está posicionada para mudar do seu estado na 3ª Dimensão para dimensões mais elevadas, se ela puder superar a sua natureza autodestrutiva. Isto requer, se deduziria, um aumento em nosso estado vibracional. Isto é algo que acontecerá naturalmente, ou temos que trabalhar nisto? Determinadas atividades têm sido conhecidas por elevar as vibrações, tais como o canto, a meditação, a prece, manter-se saudável, crescer através dos desafios da vida, e fazer coisas que nos deixem felizes. Mas isto pode também acontecer naturalmente, usualmente como resultado da orientação interior, onde somos instintivamente atraídos para determinados alimentos, circunstâncias, ou estilos de vida, e repelidos por outros. Por exemplo, em uma vibração mais elevada, nós usualmente não queremos mais comer ou beber determinados alimentos, tais como, o café, o chá ou a carne, os quais são densos e podem afetar a energia do corpo. Podemos começar a evitar produtos químicos de limpeza em casa, e preferirmos usar tecidos naturais em nossa pele. Outros sintomas temporários podem ser enxaquecas, refletindo a expansão do chacra coronário, sintomas de gripe, pois as toxinas estão sendo liberadas, náuseas e diarréia, pois o chacra do plexo solar libera o medo, a raiva e o ressentimento armazenados. Os músculos podem doer, se houver bloqueios impedindo o fluxo de energia, distúrbios emocionais sem razão, enquanto os bloqueios emocionais são liberados, e problemas respiratórios podem ocorrer quando o chacra cardíaco começa a se abrir. A elevada sensibilidade é também comum, a ruídos, luz, odores, sabores e pessoas. Similarmente, alguns começam a desenvolver a telepatia, a intuição, a ver espíritos e em outras dimensões. Explicando mais isto, é útil nos lembrarmos de que as vibrações operam como freqüências de sinais de rádio. Em outras palavras, nós veremos, sentiremos, afetaremos e perceberemos somente aquilo em que estivermos sintonizados em determinado estágio particular em nossa existência. Isto não quer dizer que outros estados vibracionais ou mundos não existam. Pode ocorrer a fadiga, causada por mudança na energia através do corpo espiritual, designada para curar os corpos: físico, mental, emocional e espiritual. A insônia temporária é comum, em casos onde o corpo é incapaz de armazenar a energia excessiva, devido ao bloqueio e congestão. Alguns relatam ganho de peso, o que aparentemente ajuda a ancorar e a manter as grades de luz nas áreas onde nós vivemos. A gordura do corpo se torna cristalina, e é distribuída uniformemente ao redor de cada célula para permitir que todo o corpo aja como um diapasão mantendo uma nova vibração. Os especialistas dizem que a razão dada para este desconforto durante o processo de transição é que a nossa freqüência mais elevada, o corpo não físico está mudando sem sincronicidade com o nosso corpo físico mais denso, causando sensações desconfortáveis temporariamente. Há uma ativação dos cordões adicionais do DNA (nós usamos somente 2 dos 12 no momento) a um nível celular que causa estas mudanças.. Para aliviar estes sintomas, é recomendado beber água pura, adicionar cristais para energizar a água, fazer refeições leves, exercícios leves para permitir que a energia flua. Quando é feita a completa separação, os sintomas desaparecem. As vibrações se elevam subitamente? Não. Nós tendemos a vir e ir de uma dimensão a outra, até que comecemos a passar mais tempo em uma ou em outra. Ao elevarmos as nossas vibrações, nós começamos a viver conscientemente, e acessarmos as nossas conexões com o nosso Eu Superior, com os nossos Guias Espirituais e Seres mais elevados de Luz. Nós começamos a receber orientação e informação do Espírito universal, o que preenche as nossas vidas com alegria, harmonia e paz interior. E o mais importante: nós estamos nos preparando para uma mudança mais permanente para uma vibração mais elevada, para uma existência mais agradável e satisfatória, livre dos limites e restrições na vida da 3ª Dimensão.
Publicado em 14 de outubro de 2009
 
 
Tradução: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br Angela Clarke é autora, tendo publicado o seu primeiro romance, intitulado "A Sinfonia de 2012", em 2008. Antes de se tornar uma escritora, Angela trabalhou como consultora de negócios. Ela atualmente vive entre Londres e o Sul da França. Fonte: www.2012thesymphony.com. http://www.luzdegaia.org/