SHOUD 1: “Cada Passo do Caminho” -(continuação ...)

 

 

 Apresentando ADAMUS, canalizado por Geoffrey Hoppe

Conversa com Linda

Bom... eu disse que não teríamos perguntas e respostas hoje, e não teremos, mas vou permitir que Linda faça algumas perguntas, porque sei que ela quer saber sobre qual direcionamento tomaremos. Assim, se tiver alguma pergunta sua neste momento, minha querida...

LINDA: [suspirando] Pensei que eu tinha, mas... pensei que tinha, mas realmente acho... não sei o que perguntar porque acho que você propôs algumas coisas...

ADAMUS: O que Cauldre deve usar quando se sentar no palco, em vez do que eu chamaria de, hã, roupa sem imaginação? Você poderia perguntar sobre isso. [Risadas]

LINDA: Bem, já fui coordenadora de moda. Se tiver algum conselho, certamente vou achar interessante.

ADAMUS: Eu sei. Uns dias atrás eu disse a ele que preferia muito mais um terno, por favor. Não precisa de gravata, mas sinceramente estou acostumado a vestir roupas um pouco mais elegantes do que isso... [Risadas enquanto ele puxa a camisa de Cauldre.] Não que não pareça boa, mas simplesmente não é a certa.

LINDA: Então, você prefere uma apresentação mais formal.

ADAMUS: Eu não chamaria de formal. Eu chamaria de mais elegante. [Risadas]

LINDA: Elegante.

ADAMUS: Sim.

LINDA: Será que você pode nos ajudar a entender como a gente controla o calor por trás desse traje elegante?

ADAMUS: Sem dúvida, vocês podem regular a temperatura do corpo, se quiserem. E eu gostaria de uma camisa arrojada, não uma camisa básica.

LINDA: Você sabe, Geoff não é muito bom com cores ousadas.

ADAMUS: Eu sei. [Muitas risadas e aplausos] Então, dessa forma, os Shaumbra terão certeza de que sou eu aqui. [Risada]

LINDA: Não estou totalmente chocada, mas como vamos ajudar Geoff nesse período de adaptação?

ADAMUS: Leve ele na... ele está dizendo Nordstrom. [Risada] Ele vai superar isso.

LINDA: Ele vai encontrar um jeito de superar isso. Devemos ajudá-lo a se inclinar para uma determinada gama de cores?

ADAMUS: Vou ajudar nas escolhas finais, já que vamos estar lá.

LINDA: Tem alguma cor que você deteste?

ADAMUS: Não detesto nenhuma. Não.

LINDA: Então, não tem problema com nenhuma cor.

ADAMUS: Não. Só acho que Cauldre não gostaria de rosa, mas não me incomoda seja ela qual for. [Mais risada] É apenas matiz do violeta.

LINDA: E tem algum problema com joias e bijuterias?

ADAMUS: Na verdade, ele criou o hábito de tirar as joias; eu realmente prefiro colocá-las. Dentre o que vamos estudar estão algumas das propriedades energéticas em coisas como ouro, particularmente. O ouro – vamos falar bastante dele – é muito... Não quero que vocês fiquem dando o poder de vocês para o ouro, mas ouro é um metal alquímico, e vocês vão descobrir que ele melhora alguns dos trabalhos com a Nova Energia. Assim como os diamantes e outras pedras preciosas, mas...

LINDA: Ah, esse é o Saint-Germain que eu conheço!! [Risadas] Abençoado seja, homem! Abençoado seja. (Linda está rindo.)

ADAMUS: Vou lhes dizer agora que uma das… bem, vocês todos aprenderam que essas pedras ou gemas não detêm o poder. Mas há uma tendência a achar que elas detêm, porque em dado momento na Terra elas detiveram. Os cristais originais da Terra, os atuais minerais, detiveram o poder. Foi assim que a Terra, originalmente... bem, que a vida surgiu na Terra. Mas esse poder dos cristais acabou há muito tempo, depois de Atlântida, é claro. Alguns de vocês ainda estão conectados a isso e ainda tentam tirar energia literal dos cristais, e ela não está mais lá.

Entretanto, algumas pedras e gemas podem ser sintonizadas, particularmente, para nossa jornada em direção aos potenciais do passado que estão trancados. Serão úteis para destrancar alguma coisa do passado, mas não pensem que um diamante, um rubi, uma esmeralda detém um poder maior que o de vocês.

LINDA: Não, mas quando você se sente milionário, você se sente como um.

ADAMUS: [rindo] É verdade.

LINDA: Certo. Alguma outra... eu, pessoalmente, acredito que nós todos estamos passando por um inacreditável processo pessoal para chegar a este ponto em nossas jornadas, e acho que cada um de nós nos últimos seis meses – não, nas últimas seis semanas... parecem seis meses –, nas últimas semanas, realmente vivenciamos isso. Então, eu nem sei o que perguntar pra você, porque não acho que precisamos perguntar, de certa forma, porque estamos sentindo isso.

ADAMUS: É verdade, e acho que aqueles que realmente vão permanecer, seguir em frente, irão intuitivamente entender exatamente o que estamos fazendo. Nós nos preparamos para isso por muito tempo. Estamos nos religando para isso, supostamente, por um bom tempo. E, com esse totem, também chamado de Pakauwah, é...

LINDA: É o quê?

ADAMUS: Pakauwah é um nome antigo para esse espírito animal de vocês. Teremos experiências impressionantes com ele. À medida que tratarmos disso, vocês vão entender, realmente, que este é o momento de... que é por isso que vocês vieram aqui para a Terra. Não para superar outras existências, mas para trabalhar, de fato, com a Nova Energia. E, quando começarmos a trabalhar, primeiro, indiretamente, com os outros Mestres Ascensos que agora estão encarnando e, então, por fim, fisicamente, com eles e também com os Pakauwahs deles, os Pakauwahs serão um meio de aprendizagem para... eles serão como os sistemas de distribuição de energia de vocês.

Vocês sabem, vocês têm a Internet, que entrega pacotes de informações. Os Pakauwahs ajudam vocês a entregarem experiência, sentimento, emoção, algo mais do que zeros e uns, mas para... É... vou fazer outra afirmação ousada... O que vamos fazer com os totens ou os Pakauwahs é, basicamente, o começo da “Internet da consciência” da Nova Energia versus a sua Internet eletrônica. Vamos começar devagar, mas vocês vão descobrir como enviar sentimentos inteiros para as outras pessoas. Não apenas algumas mensagens ou imagens impressas, mas também sentimentos. Então, esse é o começo.

LINDA: Acho que sentimos isso quando você começou a abrir esse potencial – quando começamos a abrir esse potencial. Eu tenho uma... suponho quando você diz, assim, uma pergunta especial... Alguns de nós, e não gosto, necessariamente, de admitir isso, mas alguns de nós não fomos humanos muitas vezes, e...

ADAMUS: Vocês superam isso. Vocês estão superando agora.

LINDA: [rindo] ... então, suponho que minha pergunta era... eu, às vezes...

ADAMUS: Minha pergunta é pra Linda – espero não estar colocando você na berlinda.

LINDA: Você está.

ADAMUS: ... por que diabos você veio pra cá?

LINDA: Eu não sei. [Risadas]

ADAMUS: [rindo] Eu sei que você só teve algumas poucas vidas, mas deve haver uma boa razão. Eu quero um relatório sobre isso para o nosso próximo encontro.

LINDA: [sussurrando] Droga! [Muita risada]

ADAMUS: Ah, vamos nos tornar mais interativos do que nos tornamos nos últimos dez anos, então...

Energia de Adamus

Outra coisa que vou esclarecer, uma questão que surgiu. Quero deixar uma coisa bem clara. Eu venho da energia de Saint-Germain – Saint-Germain (na pronúncia francesa). Eu venho dessa energia. Passei muitas vidas na Terra, assim como vocês. Diversas histórias foram escritas sobre mim – algumas verdadeiras, outras não tão verdadeiras. Trabalhei com todos vocês em uma época ou outra nas Escolas de Mistério, em Atlântida ou entre existências nas outras esferas. Sou famoso pelo trabalho que fiz com vocês nas Escolas de Mistério como Saint-Germain.

Eu venho para os Shaumbra, agora, e apenas para os Shaumbra. Venho aos Shaumbra agora como Adamus, ou Adamus of Sovereign Domain (do Domínio da Soberania), e venho até vocês para um trabalho muito específico e intenso. Trabalho que será uma alegria para todos nós realizarmos juntos, mas que pode ser um pouco traiçoeiro, às vezes. Não é para incutir medo em vocês, mas vamos entrar em algumas áreas muito novas.

É por isso que eu disse que não há lugar para malandros, para encostados e para aqueles que só querem criticar os outros. De jeito nenhum, não há lugar para os aproveitadores. Não vou tolerar isso, nem telefones celulares. De jeito nenhum. [Risadas] Vamos seguir para além dos celulares, queridos. Essa é uma das razões pelas quais eles me irritam.

Existem também... e eu já falei isso para outros grupos... existem alguns dispositivos eletrônicos que têm energias muito irritantes, como esses telefones celulares que vocês carregam tão perto do corpo. Bem, eles não vão, necessariamente, causar câncer em vocês. Vão apenas deixá-los esgotados energeticamente. Os motores elétricos nesses ventiladores... tenho dificuldade de me manter muito presente perto de vocês, energeticamente, quando esses motores estão ventando. E, às vezes, até certo ponto, as luzes... São coisas das quais vocês não têm medo, mas devem estar conscientes de como elas prejudicam a energia.

Mas voltando ao ponto... Estou vindo como Adamus apenas para os Shaumbra, de modo que possamos realizar juntos nossa jornada para esta Nova Energia. Alguém, algumas pessoas na Terra precisam ser os pioneiros, do contrário, esta Nova Energia simplesmente vai se acomodar num limbo. Vocês concordaram em ser aqueles que irão introduzi-la.

Vou trazer minha mensagem através de Cauldre, aquele que vocês conhecem como Geoffrey. Não quero e não vou fazer sessões particulares com mais ninguém. Nós vamos seguir para além de todo esse processamento, então, por que eu faria sessões particulares? Estou escolhendo Cauldre – enquanto ele estiver disposto a trazer minha mensagem e conseguir deixá-la clara. Estou escolhendo ele para trazer minha mensagem porque não quero dez, quinze, vinte mensageiros diferentes neste momento. Chegará o tempo em que outros mensageiros estarão prontos, seja daqui a um ano ou cinco anos, eu aviso. Irei validar e endossar, pessoalmente, os outros mensageiros. Eles não irão se validar ou endossar por conta própria.

Para este momento, será uma mensagem singular, porque, particularmente no próximo ano, estaremos pisando num solo bem interessante, mas que parecerá um tanto irregular, embora não seja de modo algum. Vai apenas confundir seu eu humano. Sendo assim, não quero dez, vinte, trinta outros alegando que estão canalizando Adamus. Vou deixar clara a minha mensagem e, enquanto Cauldre e Linda mantiverem a clareza, ficarem afastados do ego, ficarem longe de qualquer energia aproveitadora, eu trarei minhas mensagens através deles para vocês.

Então, por favor, não quero ouvir sobre ninguém lá longe, como alguns já estão fazendo, alegando estar canalizando Adamus. Vocês podem continuar trazendo as mensagens de Saint-Germain. Vocês podem continuar trazendo essa energia. Ela continuará disponível, mas, de certa forma, vocês estão canalizando ecos do passado. Não que isso seja ruim; na verdade, é bem apropriado. Algumas pessoas ainda precisam ouvir, ou gostam de ouvir, Saint-Germain. Mas, com os Shaumbra, a mensagem virá de uma única voz.

Mas isso deixa Cauldre numa situação constrangedora, então, digo agora mesmo que esse é meu pedido pessoal. Não o dele. Ele não teve esse pedido de Tobias, e não importava muito. Ele foi um mensageiro ou um comunicador das energias tão perfeito que não apresentou nenhum problema. Mas já estou vendo muitos outros se preparando, querendo entrar nessa coisa nova. Mas essa coisa nova será muito específica. Então, no momento, vou me apresentar através da voz de Cauldre apenas. É minha solicitação, não a dele. Espero que isso esteja claro.

Alguns ficaram muito aborrecidos agora mesmo, mas tudo bem. Vocês se perguntam, bem, então, por que razão sentem essa energia chegando. Bem, é o que está acontecendo com vocês – vocês estão sentindo a minha energia. Assim como todos que estão aqui em Coal Creek, vocês estão me sentindo. Será que isso significa que escolhi vocês para serem meus mensageiros? Vocês devem torcer pra que não. [Adamus ri.] Há uma responsabilidade energética tremenda vinculada a isso.

Então, essa era uma das questões que deveriam surgir. Mais alguma?

LINDA: Não. Pessoalmente, não tenho mais perguntas. Acho que você nos passou uma incrível quantidade de informações por hoje, bastante tarefa para casa e teve muita consideração.

ADAMUS: Com certeza, e agora vou lembrá-los de algumas coisas. Representem, atuem. Por favor, sejam divertidos. Encenem. Banquem o bandido. Banquem o mocinho. Sejam masculinos. Sejam femininos. Dêem essa permissão a vocês, porque isso vai lhes trazer fluidez – fluidez energética – quando sairmos por aí. Uma energia rígida não vai funcionar tão bem em alguns lugares para onde estamos indo.

Respeitem. Respeitem-se inteiramente e respeitem as outras pessoas. Não significa concordar com elas; significa ter consideração pelo lugar onde elas estão. É onde elas estão. Há uma razão para isso. Elas podem estar na mais baixa das baixas posições. Elas podem ser alguém que repele vocês, mas respeitem-nas. Isso vai mudar sua percepção do mundo.

Agora mesmo, muitos acham que o mundo é um lugar péssimo, com uma energia pesada, e não têm certeza se ele vai “sair dessa” – porque não o respeitam. Quando entrarmos nesse cenário da Nova Energia, quero falar sobre o que está por vir, falar sobre a Nova Terra e a Velha Terra. O que as aproxima? Não é o amor. [Risadas] Entendam, a palavra amor – ela tem uma consciência própria. Pode ser medida num medidor de energia. Amor e respeito não são energias muito consistentes. O amor passou a ser usado como uma desculpa ruim para se tirar proveito. “Eu te amo.” [Adamus faz um som de lamber o beiço.] Então, vamos falar de respeito. “Eu respeito vocês integralmente por quem e o que vocês são.” Só depois, vamos falar de amor. Portanto, respeitem.

A próxima coisa – criem algo. Por favor, por favor. Muitos ainda estão na energia de vítima. Muitos ainda estão culpando o passado. Vocês não fazem isso se estiverem criando, se realmente estiverem criando alguma coisa para si mesmos. Se perceberem que estão entrando nessa energia de vítima, criem alguma coisa. Qualquer coisa. Cortem madeira. Façam uma pilha de madeira. Isso é criar. Isso, com certeza, é criar. Varram o chão. Isso é criar um chão limpo. Qualquer coisa. Mas sejam criativos.

E, queridos, decisivamente, trabalhem com essa energia do totem. Nós vamos brincar com ela. Isso vai se tornar, eu diria, um dos elementos mais importantes de sua vida enquanto aprendemos como nossa imaginação cria e como podemos fazer com que ela nos sirva de qualquer maneira possível. Será divertido.

Então, assim, isso é tudo por hoje. Sem perguntas e respostas hoje. Estão liberados para experimentar a vida e, lembrem-se, queridos Shaumbra, que todas as coisas são como deveriam ser.

Tudo está bem no universo e, portanto, essa é a razão que Eu Sou o que Eu Sou,

Adamus.

 

**************

 

Tradução para o Português: Inês Fernandes mariainesfernandes@globo.com

Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, com o pseudônimo de "Cauldre", Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com. O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.

O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.

Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O "Shoud" é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.

As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.

O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.

Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.

Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com todo este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. Veja a pagina de contatos no website
http://www.crimsoncircle.com/

© Copyright 2009 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.

www.novasenergias.net/circulocarmesim Site Oficial do Circulo Carmesim. Todos os direitos reservados.